História do projeto e da construção da ponte: a ponte com as torres mais altas do mundo

Uma ponte pênsil com vão extenso geralmente tem torres altas. A altura das torres da ponte direciona as forças de tração dos cabos principais para cima, para que os cabos possam fazer o trabalho de sustentação do tabuleiro da pista de rolamento de forma eficiente.

As torres de 227 metros (746 pés) de altura, as torres mais altas do mundo quando a ponte foi concluída em 1937, foram construídas com o içamento de seções de aço pré-fabricadas até o seu lugar. Um apoio temporário para guindastes (guindaste de torre) foi construído entre os dois suportes de cada torre e guindastes na plataforma içavam seções da torre até o lugar naquele nível. Depois, a plataforma com seus guindastes era erguida até a torre que se elevava e o processo era repetido.

As 44.000 toneladas (40.000 toneladas métricas) de aço em cada torre foram fabricadas na siderúrgica Bethlehem Steel na Pensilvânia. O aço era transportado pelo Canal do Panamá até a Baía de São Francisco.

Com as torres elevando-se mais alto do que um edifício de 60 andares – este não era um lugar para pessoas com medo de altura.

Mais imagens


Seções pré-fabricadas da torre chegam por balsa após viajarem pelo Canal do Panamá.

 


A plataforma e os guindastes móveis eram erguidos conforme as torres ficavam mais altas.


Os operários levavam até 20 minutos para subir a série de escadas para trabalhar nas torres.